• Av. Tiradentes, 998 7º andar, Luz - SP
  • (11) 4280-6450
  • secretaria@sindautoescola.org.br

Autoescolas/CFC’s, não se esqueçam! Licenciamento 2018 passa a ser exigido em maio; veja como fazer

A partir de maio, é obrigatório portar o licenciamento 2018 dos veículos com placa final 1 em São Paulo.

 

     

 

Por Sindautoescola.SP
Criado em 27/04/2018 - Última modificação em 27/04/2018
Acessos: 808

A partir de maio, é obrigatório portar o licenciamento 2018 dos veículos com placa final 1 em São Paulo

 

Além do pagamento do IPVA e do DPVAT, é necessário licenciar o veículo para rodar dentro da lei. O prazo limite de licenciamento varia de acordo com o número final da placa das motos e carros. Em abril, por exemplo, termina o prazo para veículos com placa final “1” no Estado de São Paulo. Espírito Santo, Maranhão, Rio Grande do Sul, Sergipe e Tocantins também começam a fiscalização agora em maio.

Rodar sem licenciamento pode ocasionar multa de R$ 293,47 e sete pontos no prontuário do condutor, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, válido em todo o território nacional. Entretanto, o porte será dispensado quando, no momento da fiscalização, for possível ter acesso ao sistema informatizado para verificar se o veículo está com o licenciamento em dia. De qualquer forma, é preciso licenciar seu veículo.

O licenciamento pode ser efetuado através de um profissional devidamente capacitado. No caso do estado de São Paulo, temos a figura dos despachantes que, se devidamente credenciando e autorizado pelo Detran-SP, podem ser uma alternativa para realizar esse serviço com rapidez e baixo custo.

Você também pode realizar esse licenciamento por conta própria. Nesse caso, veja o que fazer para ter em mãos o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e circular sem problemas em 2018.

1 – Pagar a taxa: O primeiro passo é pagar a taxa de licenciamento de R$ 87,38, no Estado de São Paulo. O pagamento pode ser feito nas agências bancárias, caixas eletrônicos ou pela internet. Além da taxa de licenciamento em dia, é preciso que o IPVA, DPVAT e as multas estejam quitados. Caso contrário não se pode licenciar o veículo.

2 – Retirar o documento: Após o pagamento, o CRLV 2018 pode ser retirado (pelo dono do veículo, parente próximo ou procurador legal) presencialmente nos postos do Poupatempo ou no Detran da sua cidade. Leve seu documento de identificação original e os comprovantes de pagamento dos débitos (taxas, multas ou encargos pendentes).

3 – Receber em casa: Caso deseje receber o documento pelo correio vai ser preciso pagar uma taxa de R$ 11, juntamente com a taxa de licenciamento. O prazo para entrega é de 7 dias úteis.

4 – Só o recibo não vale: o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é de porte obrigatório. Não carregar o documento acarreta multa e até recolhimento do veículo ao pátio. Vale ressaltar que não é permitido circular apenas com os comprovantes de pagamento. Ou seja, se você optou pela entrega em domicílio vai ter que esperar o CRLV chegar para poder rodar com tranquilidade.

4 – Só o recibo não vale: o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é de porte obrigatório. Não carregar o documento acarreta multa e até recolhimento do veículo ao pátio. Vale ressaltar que não é permitido circular apenas com os comprovantes de pagamento. Ou seja, se você optou pela entrega em domicílio vai ter que esperar o CRLV chegar para poder rodar com tranquilidade.

6 – Confira o calendário: veja o mês de licenciamento de acordo com o final da placa para os veículos no Estado de São Paulo.

(Texto Cicero Lima / Fotos Gilberto Marques e Eduardo Saravia/A2img)

 

Leia sobre

 

Estamos no WhatsApp!

Cadastre seu número para receber diariamente nossas notícias