• Av. Tiradentes, 998 7º andar, Luz - SP
  • (11) 3929-5779

Esclarecimento: convocação do Sindicato dos Trabalhadores às Autoescolas de Ribeirão Preto e região

Embora acordo coletivo individual entre Sindicato dos Trabalhadores e Autoescola tenha legitimidade, departamento jurídico do Sindicato recomenda cautela em possíveis negociações.

Por Sindautoescola.SP
Criado em 10/09/2018 — Atualizado em 10/09/2018

O Sindautoescola.SP vem recebendo vários questionamentos sobre a convocação feita pelo Sindicato do Trabalhadores em Autoescolas/CFC’s de Ribeirão Preto e região (Sindauc) para que as empresas compareçam na próxima quarta-feira (12) na sede do Sincovarp para tratar sobre acordo coletivo de trabalho.

O Sindautoescola.SP está em tratativas com os diversos Sindicatos dos Trabalhadores do estado para possível formalização das Convenções Coletivas de Trabalho, que é um ato jurídico celebrado entre o Sindicato Patronal e Sindicato dos Trabalhadores e que vale para toda o setor.

“Pela legislação é possível a celebração de acordo individual entre o sindicato dos trabalhadores e as empresas, todavia a convocação feita não precisa ser atendida e, pedimos as empresas que tenham prudência e cautela caso compareçam para eventual negociação”, afirma o advogado Airton Ferreira, representante do departamento jurídico do Sindicato.

Reiteramos que o Sindautoescola.SP continua em negociação com todos os Sindicatos dos Trabalhadores com o objetivo de firmar acordos coletivos que possam atender os anseios de todos os envolvidos, levando em conta a nova reforma trabalhista. Em caso de dúvida entre em contato conosco para obter maiores esclarecimentos.  

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Podcast episódio 38: Trânsito, por Julyver Modesto

Quais são os requisitos para o exercício da profissão de Instrutor de trânsito? É verdade que não se exigirá mais a CNH na categoria "D"? Existe "transferência de pontuação"?

RECEBA NOSSAS INFORMAÇÕES VIA WHATSAPP

Cadastre seu número para receber nossas notícias e acompanhar ainda mais de perto nosso trabalho.